Últimas: Aprovado em Conselho de Ministros o MDP


"(...) 6. Proposta de Lei que procede à primeira alteração ao Estatuto da Ordem dos Enfermeiros, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 104/98 de 21 de Abril

Esta Proposta de Lei, a submeter à aprovação da Assembleia da República, vem introduzir alterações ao Estatuto da Ordem dos Enfermeiros, de modo a adequá-lo a novas exigências, redefinindo as condições de inscrição e aquisição de título de enfermeiro e enfermeiro especialista.
Em especial, é introduzido um período de exercício profissional tutelado para a atribuição do título definitivo de enfermeiro e regras para a atribuição do título de enfermeiro especialista.
Procede-se, também, à alteração da composição e das competências do Conselho de Enfermagem e são criadas comissões técnicas para o assessorar.
Prevêem-se, ainda, disposições transitórias com vista a facilitar a mudança para o actual sistema de admissão e atribuição de títulos profissionais, salvaguardando a possibilidade de opção a todos os alunos que se encontrem inscritos nos cursos de licenciatura em Enfermagem, antes da entrada em vigor da presente lei. Regula-se ainda o processo de atribuição do título de enfermeiro aos profissionais habilitados com cursos obtidos em países de língua oficial portuguesa. (..)" Fonte: Portal do Governo

É uma primeira vitória, mas ainda não ganhamos a guerra...

3 comentários:

Anónimo disse...

Ora aqui estão as primeiras boas notícias. Agora falta uma carreira justa e que nos dignifique.

Rosa Silvestre disse...

Pois é falta o principal....
A carreira digna e justa, onde está?
Continuação de bons posts!
Abraço, RS.

Enfermeiro disse...

Não nos podemos deixar vencer.. uma vitoria de cada vez..mas o que queremos será nosso..eu acredito!